#20 - Walter Franco - Ou Não (1973)

Oct 29, 2013
#20 - Walter Franco - Ou Não (1973)

LadoA

O convidado de 1973, grande Dráuzio Almeida.  Minimalismo. Estereótipos. Esplêndido incômodo. Ou não. Beatriz, a nova doutora. Companheiro Crostiti. O timbre das palavras e sílabas. Habilidade do compositor Walter.  Mamãe d`água. Revolver e a influência dos Beatles e John Lennon. Caetano Veloso e o disco branco. Discos mais devolvidos de todos os tempos. A angústia e a náusea. Música não-óbvia. Debussy e as marés. Walter Franco, o encerrador de festas. Sonoridade de mantras. 1945 o ano de nascimento de grandes músicos. Produziu inicialmente jingles. Cid Franco, pai, era radialista. A mixagem como instrumento musical. Produtores da capa. Festival de 1972. A estória de “cabeça”. Trabalhou com peças de teatro. O júri do FIC “conservador” e “Linear”. O pum de Rogério Duprat. “Cabeça”, uma das músicas mais vaiadas da história. A rede globo, a América católica. A destituição do júri. Dona Juliana, uma mulher milenar. Os Pholhas. A prisão de Roberto Freire.

LadoB

Canalha, outra música homenageada com vaias. O jogo de dados imaginário de Julio Medaglia, Rogério Duprat e Walter Franco. John Cage. Sérgio Ricardo. “Me deixe mudo” e Chico Buarque. World Trade Center. Play Center. Uma mordida contra a perfeição. Crise do petróleo. Pink Floyd. Black Sabath. Roberto Carlos. Juliette Lewis. Dudu Nobre. Tarsila do Amaral. Pablo Picasso. Salvador Allende. As regravações clássicas de Walter. Leila Pinheiro e serra do luar. O Walter era muito avançado para o próprio Tropicalismo. Jards Macalé, Torquato Neto, Itamar Assumpção. Raul Seixas.  Os malditos. A conta que não fecha. A experiência do Dráuzio com o Walter. A poesia visual. O professor que quase deixou a aula pelo show do Walter. Maxixe Machine. O Paiol, grande local de shows de Curitiba. O berro do Walter. O beijo AA força. O documentário “Muito Tudo”. A vanguarda paulista. Itamar paranaense?? Haikais e Leminski. Arnaldo Antunes. A unidade, o Taoismo, no muito tudo. A guerra interna. A dor canalha e seus significados. A filosofia do grito, Fernando Pessoa. O grito do grupo.


Comentários