#14 - Legião Urbana - Legião Urbana (1985)

Feb 13, 2013
#14 - Legião Urbana - Legião Urbana (1985)

LadoA

O inesperado no carnaval: Musica popular britânica!  O inoxidável Dráuzio Almeida e a dissolução das fronteiras. Legião Urbana vencerá tudo!! O convidado Rodrigo. A importância da banda e sua representação na década de 80. A abertura política do país. Renato Russo: o porta-voz. “Por enquanto” como a melhor música de finalização de disco. A adolescência de Renato na década de 70. Brasília- a ilha cultural do país. Paralamas do Sucesso, Capital Inicial, Plebe Rude. A epifisiólise como alavanca da criatividade do Renato Russo.  A doença e a saúde, o exemplo do Renato Russo. A melancolia do poeta. Paralelo com Cazuza. A origem do apelido: Jean Jacques Rousseau. A turma da Colina. A origem do “Aborto Elétrico”. Fê e Flávio Lemos. O patrimônio do Legião veio do Aborto Elétrico. A nostalgia de Renato no aniversário da morte de John Lennon. A baquetada e o fim do Aborto Elétrico. O encontro do Dado Vila-Lobos e Marcelo Bonfá. Sangue e cordas de guitarra quebradas. Pichação e punk. O trovador solitário. Nivaldo e o amor pelo Capital Inicial. Gravação de “Química” pelo Paralamas do Sucesso: o início da banda. As conturbações da gravação do primeiro disco: corte nos pulsos, composição de “Índios”, problemas com produtores. Bruce “Springtin”. Espírito rock vs puritanismo. “Quem sabe faz ao vivo! ”. A música como afirmação ou negação do momento sócio-político. Legião como tradição cultural.

LadoB

Apresentação do programa Chico e Caetano. O “Reggae” e Michel Foucault. Tancredo Neves. “We are the World”. Rock n Rio. Jackson Barreto. Marcelo Déda. Ayres Brito. Coritiba Campeão Brasileiro. Emicida. Lewis Hamilton. Emílio Médici. Teixeirinha. O grande Márcio Jarek- o Beatnik. Renato Russo o pensador livre. A abertura política e a influência jovem. A influencia filosófica. Critica política e reflexões sobre a condição da juventude- influencias sobre o filósofo Márcio Jarek. Movimentos do Rock e a herança do Legião: inquietude e abertura; Rebelde sem causa do Ultraje a Rigor. Harmonias simples para as mensagens sobressaírem. Ramones. O show marcante e polêmico de Brasília: superlotação, violência policial, feridos, presos, bombas no palco e invasão do palco. Suspensão do show. Discos queimados. Fê Lemos morou na Inglaterra: experiência determinante. Cena de Brasília: sua força, identidade e espontaneidade. Renato Rocha e sua triste história. Dependência química. Vítima do sensacionalismo. Tributo ao Legião Urbana com Wagner Maniçoba de Moura. Faixa-Bônus.


Comentários